sábado, 26 de dezembro de 2009

É natal?

Não. Não dá. Natal não desce.

Não desce tanta cara de pau de pessoas com sorriso amarelo vir te desejar "um feliz natal e tudo de bom", que algumas vezes você não gosta ou nem conhece a pessoa. Sem contar a TV o mês de novembro e dezembro inteiros sempre me bombardeando com produtos que nunca vou usar ou que nunca terei dinheiro para comprar.

E todo ano isso se repete. Se fosse por Jesus, tudo bem. Mas não é. Ele não nasceu em Dezembro e muito menos dia 25. Poderiam comemorar qualquer coisa nessa data. Mas logo o nascimento? Eu não iria gostar nada nada se começassem a comemorar meu aniversário dia 15 de Março, por exemplo.

O que é mais frustrante é saber que papai noel tem a roupa vermelha por causa da Coca-cola. Mas o pior é ver pessoas sem condições dedicaram todo o seu 13º salário as comemorações de fim de ano e começar o próximo ano sempre no vermelho por conta de uma tradição ou mesmo por status. E ver aquele filho babando pelo brinquedo novo do vizinho, aquela menina que sonha ter aquela super casinha e que seus pais nunca poderão dar. E sem falar no quesito família que não quero entrar nesse mérito. Natal é um porre, digo porre porque sempre depois dele vem a ressaca. E volta tudo ao normal. O data tão esperada pelo comércio chegou!


Feliz natal a todos!

Um vídeo de uma música da banda Cólera referente ao tema (o que é referente ao tema é o vídeo, e não a banda).

11 comentários:

Amanda disse...

É.. Essa coisa do Natal é mesmo complicada!!
Agora de onde vc tirou a conexão: 'papai noel e coca-cola'.. rs

Rachel disse...

Hmmm.. concordo em partes.
É fato que é uma época do ano lotada de hipocrisia.
Mas por outro lado, não comemoro natal por causa das pessoas ou por causa da mídia ou tampouco em função da troca de presentes. Natal, pra mim te outro significado e uma marca bem incisiva nas atividades da minha família. Questão de crença. Prefiro não discutir.

Mas não é só no natal que pessoas insossas nos procuram com sorrisinho, fingindo-se de bons amigos.
Enfim, cada um comemora o natal do jeito que quer e cada um encara essa data de uma maneira diferente.

No que diz respeito à minha pessoa, Rachel Araujo, tento ser o que sou o ano inteiro, não somente no natal. Tratar os outros bem, ser educada, oferecer carinho... não tem data específica para isso.
O fruto do nosso caráter é manifesto todos os dias, nas situações mais comuns e estúpidas.

Eu desejo, sim, feliz natal pra você. Não porque espero algo em troca, ou porque as pessoas dizem que eu tenho que fazer isso. Ou porque todos fazem e é bonitinho e educado. Mas porque de alguma forma, mesmo através da internet, algo tão "impalpável", você, Sonny, faz parte de um grupinho na minha vida que eu posso chamar de amigo.

Não sei.. afinidade natural. Como falei, sem esperar nada em troca, sem um interesse sequer.... Feliz Natal.. :)

.. Rachete. ;)

Sampaiorama disse...

Excelente, para mim o natal nada mais é do que uma celebração da hipocrisia, na qual prometemos amar uns aos outros, prometemos ate amar aqueles que nos orgulhamos de repudiar.

Mas em troco de que isso é feito? O comercio e TV nos torturam sempre com o mesmo conteúdo plastificado. Mas ano após ano é isso.

Trujillo disse...

O calendario fora adaptado. Agora em desembro temos o sosticio de verao. Dentre as datas do Cristianismo, essa foi a mais propensa pra comemorar o nascimento de seu salvador.
Infelizmente seu sentido eh mal interpretado e natal hoje jah eh sinonimo de consumo.
ABrcs

Rui disse...

Apesar de tudo, o natal tbm tem seu lado positivo.

Nanda disse...

Você tem razão, hoje eu nem ligo mais pra essa data. é um dia qualquer para mim. Parabéns pelo blog.

Jacqueline disse...

Natal não desce? Rá! Em tudo há seu lado positivo e negativo. Faço das palavras de Rachel minhas palavras também.
Falsidade não existe só no Natal, existe em qualquer lugar e em qualquer época. Se a pessoa de má vontade vem te desejar bom natal, vc não gosta. Se a pessoa nem te deseja feliz natal, vc tb reclama porque a pessoa é mal-educadada.
Cada um interpreta essa data da forma que bem entender. Se você não quer falsidade com amigos de trabalho, então não participe do amigo oculto, se não quer falsidade c/ parentes que não gosta, então não os visite. Simples! Todos aqui acho que já são adultos e ninguém é obrigado a fazer nada contra a vontade. Quanto ao 13º, esse extra foi feito pra gastar mesmo. Agora cabe a pessoa decidir se compra presentes, se paga dívidas atrasadas ou se faz um investimento. Não coloque a culpa do consumismo no Natal. Isso a gente vê durante todo o ano. Quem nunca teve um desejo capitalista de juntar um dinheirinho e comprar algo que gosta ou pra agradar alguém que ama? Atire a primeira pedra.
Essa questão de ver uma criança babando pelo brinquedo de outra é muito relativo e depende dos limites impostos pelos pais também, porque quem ama, educa. Quando, por exemplo, meus pais não podiam me dar uma boneca que eu queria quando criança, eles falavam que não dava por conta do R$ e pronto, aquela vontade de ter aquela tal boneca, por mais que demorasse, sempre passava. Não fui e nem sou uma pessoa frustada por conta disso. Quando eu tiver meus filhos e se algum eles pedirem algum presente que não dê pra eu comprar, vou falar que não dá e pronto. Pra que complicar? E o outro lado do Natal? Bom, muitas famílias que não tem momentos unidos, nessa época de Natal se reúnem.. Deveria ser durante o ano todo, mas pelo menos uma vez ao mês ocorre isso. Ações de caridade também dobram nessa época do ano. Há sim bastante consumismo, mas a essência do Natal não podemos esquecer, que é a comemoração do nascimento de Cristo. Mesmo que não tenha sido no dia 25/dez o nascimento dele, foi essa a data escolhida para celebrar, então que seja celebrada por aqueles que crêem! Ele nasceu em algum dia do ano, certo? O mais importante é que Ele é lembrado. Mesmo se esquecessem a data do meu aniversário, bastaria apenas ser lembrada por minhas ações, assim já me sentiria feliz. Depois do Natal nem sempre vem a ressaca, muitas vezes perpetuam lembranças felizes, momentos que passamos com pessoas que gostamos.. Bom, antes que fale que não li direito, li tudo o que você escreveu sim, mas cada um tem seu ponto de vista, esse é o meu. Mas de um modo geral, seu blog tá legal! (até rimou! =P) Obrigada pela atenção. =) Feliz Natal! Feliz dia 28! Não se preocupe, eu continuo te amando! =] Beijos.

Admin disse...

O Natal é muito bom mais eu ainda prefiro o Ano Novo

Maris disse...

engraçadinho *---*

André Santana Salabert Gaspar disse...

É, algumas coisas concordo sim, mas achei que existe um pouco de exagero, o natal sem dúvidas é uma data criada pelo capitalismo, porém é um motivo para que ocorra a confraternização entre as pessoas, uma data onde festejamos, não é uma coisa tão terrivel assim.

Os Doutores da Lei disse...

Natal é a data mais HIPÓCRITA do ano.


Abraços.

Postar um comentário

 

Meu Manifesto © 2008. Design By: SkinCorner